Diário Popular | Pesquisa-Esgotamento atinge 17% dos profissionais de saúde analisados

Diário Popular | Pesquisa-Esgotamento atinge 17% dos profissionais de saúde analisados.

Por: Michele Ferreira
michele@diariopopular.com.br

Um estudo, concluído no mês de abril, ouviu 122 profissionais da saúde – entre médicos e trabalhadores da área de Enfermagem – e apontou: cerca de 17% sofrem da Síndrome de Burnout, caracterizada pelo esgotamento profissional. A tese de doutorado da professora da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Ana Laura Cruzeiro, realizada na modalidade sanduíche na universidade espanhola Ramon Llull, também incluiu a análise de dados de 605 médicos de 93 centros hospitalares de Barcelona e indicou um mesmo cenário: 17,1% deles apresentam a síndrome desencadeada por períodos prolongados de estresse e de desgastes físico e emocional.

Para desenvolver a avaliação, a psicóloga considerou três dimensões básicas: a exaustão emocional, a despersonalização – que é a falta de vínculo com o paciente – e a realização pessoal. Na Síndrome de Burnout, o esgotamento está associado a uma relação não saudável com a empresa, o que, em geral, esconde a sobrecarga ou a falta de estrutura de trabalho e a dificuldade de ver suas propostas de melhoria mudarem a rotina. E, o preocupante, é quando o nível de cansaço extremo faz com que este profissional passe a sentir indiferença pelo paciente, o que possivelmente comprometerá a qualidade do atendimento prestado. A depressão, por sua vez, está vinculada à vida pessoal do cidadão.

Só com muito amor pelo ofício
A jornada é dupla, comum entre os profissionais da saúde. A técnica de Enfermagem, de 34 anos, que prefere não ser identificada, trabalha 12 horas diárias, de segunda a segunda e, só tem um dia de descanso, se o turno de folga em cada uma dos empregos for diferente e lhe derem a chance de ficar 24 horas sem vestir o jaleco. E, mesmo esses 20 minutos levam em consideração o direito de sair dez minutos antes do horário – às 12h50min – e de chegar 10 minutos atrasada no segundo destino do dia, às 13h10min.

Para saber mais sobre o estudo, bem como conhecer a história de muitos trabalhadores que sofrem com a Síndrome de Burnout, leia a matéria na edição impressa do Diário Popular desta quinta-feira (6).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s